A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional .Você já aprendeu a lidar com os seus sentimentos emoções?

Você já deve ter ouvido essa famosa frase de Drummond, mas, fica a questão: Levou à sério? Nossa dor não advém das coisas vividas, mas, das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz!
Sofremos por quê?
Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas. Por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos...
Por todos os filhos que gostaríamos de ter tido juntos e não tivemos... Por todos os shows, livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados pela eternidade....

Como aliviar a dor do que não foi vivido?
A resposta é simples como um verso:


Se iludindo menos e vivendo mais! Sabendo diferenciar de um modo racional a Paixão do Amor! A cada dia que passa, o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

Acredite em você, no seu potencial e lembre-se de que a vida é uma só!

Fonte: Carlos Hammes
Adaptação: Juliano Figueiredo


O profissional é massoterapeuta complementar e de problemas psicossomáticos

Para saber mais, entre em contato: julianofigueiredo@hotmail.com  / juliano@montinelly.com.br  

  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu só queria tentar de novo e de novo...

Ele não pertence a você!

Um pequeno texto para o EX.